8 de novembro de 2011

Não se passa nada

Os juros da Itália estão próximos dos 7%, o que é considerado incomportável. Mas isso não corresponde à realidade - em Portugal os juros passaram os 7% e o governo continuou como se nada fosse. Portanto, não tenham receio e façam como o governo do grego fez cá na Lusitânia.

Também estavam com medo do referendo na Grécia, que podia acabar com a saída do país do euro. O 1.º helénico voltou atrás e o referendo não se realizará. Haverá apenas eleições antecipadas. Tudo está bem quando fica na mesma.

Como se percebe por estas duas estórias edificantes, o euro está com grande pujança e segue imparável.

Sem comentários:

Enviar um comentário