7 de julho de 2011

Contra os mauzões, marchar, marchar

Podiam modificar o hino português, alterando canhões para mauzões, seguindo a evolução natural da História do país. Fica a ideia.

Como não tem mais nada importante para investigar (por exemplo, a corrupção) anda entretido com as agências de reitingue.

Ainda ninguém percebeu que o problema não são (só) as agências.

Estou à espera de uma reacção da Cêgêtêpê a marcar uma manifestação contra as agências, os mercados e todos os outros maus internacionais.

1 comentário:

  1. contra os murcões marchar marchar?

    mas isto já boltou ó PREC?

    agente bai ai imbaixo e queima essa moirama toda...

    ResponderEliminar