12 de abril de 2011

Notícias do aterro


Andam aí uns espertinhos a pedir uma auditoria às contas públicas, porque querem saber o tamanho do buraco.

Quando eu era puto, tinha o sonho de vir a ser condutor de máquinas giratórias (em suma, abrir buracos) e tinha a utopia de escavar uma cova daqui até à China. O buraco das contas públicas portuguesas é mais ou menos o menos - quanto mais dívidas se encontrarem, mais vão surgir.

Se quiserem, façam lá a auditoria, mas no fim não se queixem do cheirinho que emanar. Eu não tenho ilusões e acalento o sonho que isto seja uma lixeira a céu aberto e de cheiro insuportável.

Sem comentários:

Enviar um comentário